in

Nomes da música eletrônica que você precisa conhecer: Themba (South Africa) – Features

Quem é Themba?

Nativo da África do Sul, Themba é um nome relativamente novo no cenário eletrônico.

O cara começou a despontar em 2018 com uma boa série de shows e lançamentos musicais mas foi em 2019 que o artista literalmente explodiou de vez.

Themba abriu uma noite sold out com Black Coffee na importante casa de shows Brixton 02 Academy em Londres.

Tambem tocou na festa Luciano & Friends em Tulum, no México, na semana de moda de Paris com Nic Fanciulli e na Miami Music Week com Pete Tong e o próprio Black Coffee.

O som de Themba é forjado a partir de suas raízes africanas e geralmente incorpora sons de artistas locais para criar algo diferente na música eletrônica.

Os EPs ‘Paliva’ e ‘Haai’ foram lançados pela Knee Deep In Sound em 2018, assim como ‘Vuma / Lost’ pela Yoshitoshi.

O aclamado ‘Quem é Themba?’, que ele lançou pelo seu próprio selo chamado Herd, alcançou o topo dos charts no Beatport.

Sua música vem conquistando support não só de nomes como Black Coffee e Pete Tong mas tambem de artistas do primeiro escalão como Adam Beyer, Hot Since 82, Damian Lazarus, Masters At Work e muitos outros.

Themba já tocou na Resistance, na Elrow, nos shows de Faithless, no festival Corona Sunset na África do Sul e na turnê de Black Coffee no Reino Unido, no Mixmag Lab Nova York, no Hi Ibiza, no Ushuaia, Blue Marlin e Pacha Ibiza.

Outra ação importante na carreira do artista é seu trabalho como embaixador da instituição de caridade Bridges For
Music na África do Sul.

Para ampliar a visibilidade da instituição, Themba &
Dubfire organizaram um workshop para jovens estudantes em
Langa, que pretende virar um espaço de aprendizado e centro criativo
onde jovens poderão ter a chance de correr atras de seus sonhos e
desenvolver suas habilidades musicais, tanto na produção quanto no
mercado da música.

Interessante ou não a trajetória desse artista? Com certeza!

Aproveitando a vinda de Themba ao Brasil – o artista realiza uma turnê nacional esse mês (ver datas e locais abaixo) – fizemos uma entrevista bacana com ele para você curtir. Leia abaixo!

Themba Brazilian Tour 2019

Thursday, December 26, 2019 Fellini Beach Club Jericoacoara, Brazil

Friday, December 27, 2019 John John Rocks Jericoacoara, Brazil

Saturday, December 28, 2019 Lipstick Festival Trancoso, Brazil

Sunday, December 29, 2019 Brazil Posh Club Florianópolis, Brazil

Conte, com suas próprias palavras sua história para o público brasileiro que talvez ainda não o conheça. Como foi que tudo começou?

Eu comecei a colecionar músicas quando aos 11 anos de idade na África do Sul e colecionei literalmente qualquer coisa que fosse música.

Eu recebia música dos meus pais, meus amigos da cidade e meus amigos da escola. Então comecei a tocar porque tinha muita música comigo.

Como foi crescer em Johannesburg? Que valores isso adicionou à sua vida como uma estrela em ascensão da Dance Music?

Eu estava na adolescência, no final do Apartheid, e cresci nas cidades do leste de Johannesburg.

A África do Sul tem uma história intensa de segregação racial e como uma forma de escapar desses problemas os jovens de nosso país cantam e dançam.

Dessa forma, a música acabou ocupando grande parte da minha vida.

O único outro trabalho que fiz além de DJing foi como entregador de papel no meu bairro.

O que na música eletrônica foi tão atraente para você que acabou se transformando em sua profissão?

Eu nunca fui uma criança acadêmica ou esportiva, mas sempre amei música.

Então, quando eu tinha 14 anos, fiz meu primeiro show, por puro acaso, na casa de um amigo.

Vi a reação das pessoas e fiquei imediatamente viciado em fazer outras pessoas se sentirem incríveis através da música.

Na época eu tinha uma vasta coleção de discos de Jazz, RnB, House Music, mas quando se tratava de discotecagem, foi realmente o House que roubou meu coração.

Você vem tendo um ano fantástico e um dos destaques foi a residência na festa da Black Coffee. Como surgiu essa oportunidade?

É verdade, estou vivendo um ano incrível! Sou muito abençoado feliz pela música ter aberto tantas portas para mim em todo o
mundo.

Literalmente, todos os shows que conquistei foram
puramente orgânicos. Já toquei nos locais mais incríveis e conheci
pessoas sensacionais.

A residência com Black Coffee na Hi foi obviamente um destaque, mas muitas outras coisas legais rolaram esse ano.

Seu set foi usado no Essential Mix da BBC Radio 1 para o show de
Pete Tong na Miami Music Week deste ano, algo muito importante para
qualquer DJ. Isso já gerou algum benefício para
você?

Para mim, recebo tudo o que chega e sou grato por tudo o que acontece.

O
show de Pete Tong é uma das oportunidades mais legais que um DJ pode ter
em sua carreira, então fiquei realmente chocado quando me pediram para
participar.

Definitivamente, abriu mais mercados para mim e me destacou como artista e uma estrela em ascensão.

Conte-nos sobre a Herd, sua gravadora. Quando você a criou e qual é o som característico do label? Os artistas brasileiros
podem participar?

Comecei a Herd não porque eu
queria ter uma gravadora, mas porque eu tinha uma música que nenhum selo
assinaria para lançar.

Depois de ter sido recusado pelas gravadoras,
decidi lançar a música de qualquer maneira. Essa música foi ‘Who Is
Themba’.

O label ainda não está preparado para o lançamento de música de outros artistas das pessoas até porque eu mesmo ainda sou um artista novato.

Mas os planos futuros envolvem transformar esse label numa gravadora mais quente e fazer eventos internacionais em
torno dela.

Você vem ao Brasil agora em dezembro, fazendo 4
datas e tocando em alguns dos locais mais bonitos do país. O
que os fãs podem esperar dos seus sets e por que eles não podem
perder?

Eu tenho feito muita música nova e
mal posso esperar para compartilhar minhas vibrações de 2020 com o público nesses locais.

Também venho evoluindo muito como DJ e posso adiantar que tenho muitos truques novos e edições na manga!

Conte-nos sobre o álbum ao vivo gravado no verão de Ibiza. Como vai ser e o que podemos esperar desse trabalho?

Isso é
uma grande surpresa! Não quero compartilhar muito, mas o que posso dizer é que envolve
a África de um jeito moderno e eu realmente coloquei meu coração nesse projeto, é
algo de que tenho muito orgulho.

Artistas que você gosta muito

Argento Dust

Bekzin Terris

Compartilhe 5 tracks que melhor apresentam sua música ao público brasileiro

1
THEMBA – Who Is Themba?

2
PAAX (Tulum) – Djorolen (THEMBA’s Herd Remix)

3
Themba (Sa) – Ilembe (Original Mix)

4
Themba (SA) – I Will Do Better (Original Mix)

5
Themba – Kenshō

Última pergunta. E 2020? Quais os principais planos para esse ano que está chegando?

Meus planos para 2020 são bem simples.

Eu quero ser uma pessoa melhor.

Quero fazer mais música, fazer as pessoas dançarem e criar cada vez mais momentos inesquecíveis na vida dessas pessoas!

Photos: Divulgação Themba

Veja tambem:

Nomes da música eletrônica que você precisa conhecer: Themba (South Africa)

GRAVEDGR lança track ‘WARDOGZ’ com rappers nova-iorquinos City Morgue. Ouça agora!

Toigo assina novamente com a Avocado Dreams; Reactive EP chega dia 20

Wehbba retorna ao Brasil para gigs no Mauss, Lost and Found e D-EDGE

Curta ‘Amniotic Deluxe’, mais novo trabalho de Monolink

Simina Grigoriu lança ‘Rocket Fuel’ EP pela FORM Music

EDX lança ‘Voltaic’ pela Spinnin’ Records

Nomes da música eletrônica que você precisa conhecer: Monolink (Alemanha)

O que podemos esperar de Aryela para 2020?

Do litoral catarinense para o Rio de Janeiro: Nezello teve um 2019 memorável

Conheça o histórico e o trabalho recente do DJ e produtor catarinense Colussi

O italiano Aree assina Six Degrees, novo EP da Prisma Techno. Ouça now!

Do pôr do sol ao amanhecer: o que a festa de 5 anos do Laguna reserva de especial?

Deborah De Luca lança nova faixa ‘Don’t Let Me Go’. Ouça agora!

Hiago Pauli é convidado pelo projeto holandês CUT_ para remixar ‘Out Of Touch’

Linhas melódicas para tocar seu coração: ouça o novo EP de Vini Pistori

Vincent Barrea lança nova faixa ‘Chemical Or Love’. Ouça now!

Chase é o novo single do paulista Select Active

VA da Get Physical com muito acid vem aí. Saiba mais!

Conversamos com Stéfano TT, gerente de vendas e projetos da D.AGENCY, do grupo D.EDGE

Simina Grigoriu lança EP ‘Mama Ayahuasca’ pela Kuukou Records

Que tal levar sua carreira ao next level em 2020? Saiba mais!

6 idéias de marketing para você promover sua música em 2020

Nomes da música eletrônica que você precisa conhecer: Simina Grigoriu

Monolink, produtor de Berlim, ‘Amniotic Deluxe’ LP pela Embassy One

DJ & Producer João Ferrari lança na sexta seu EP “À Moda da Casa”

Com datas em Curitiba e Campinas, Rebolledo retorna ao Brasil em dezembro.

O litoral catarinense visto pelos olhos da cena independente. Saiba mais!

Red Bull lança novo sabor com ‘festa de verão’ em promoção especial. Saiba mais!

Para ver, ouvir e sentir: conheça Ortus!

Urban Soul lança VA com quatro faixas poderosas. Ouça agora!

KRCL, artista de Istambul, apresenta seu mais novo single ‘Goe’. Curta aqui!

Christian Hornbostel lança debut album pela Form Music. Ouça now!

Autograf lança ‘Ain’t Deep Enough’ feat. Jared Lee. Curta aqui!

Dan McKie lança novo EP ‘The Punisher’ com remix do lendário Bushwacka!

Boghosian remixa Nick Curly em novo lançamento da Warung Recordings!

Nomes da música eletrônica que você precisa conhecer: Deborah De Luca!

Nomes da música eletrônica que você precisa conhecer: Cristian Varela!

Load the next article


Veja mais em Mixmag

GRAVEDGR lança track ‘WARDOGZ’ com rappers nova-iorquinos City Morgue. Ouça agora! – News

Flashover Recordings anuncia parceria com Armada Music – News