in

Domingo no Lollapalooza Brasil – DjMag Brasil

Domingo no Lollapalooza Brasil

Domingo no Lollapalooza Brasil

Já sabe quem assistir no último dia do festival?

por Pollyanna Assumpção

O Lollapalooza Brasil é o grande evento do primeiro semestre de 2020 no Brasil. Ele acontece nos dias 03, 04 e 05 de abril no Autódromo de Interlagos e promete pelo seu nono ano seguido, arrastar multidões até o longínquo bairro paulistano. Mas não fique triste, pois o último dia de Lollapalooza vai valer a pena demais o cansaço da segunda-feira.

Vamos separar pra você todos os artistas de música eletrônica divididos por dia, para que você saiba exatamente o que esperar. A sexta-feira conta com nomes como Barja, Beowülf, Jetlag, Vinne, San Holo, Chris Lake, Rezz e Alan Walker. Sábado conta com Fractall, Rocksted, Ashibah, Victor Lou, Boombox Cartel, Chemical Surf, Madeon e Martin Garrix. E o domingo encerra com Fatnotronic, Malifoo, Fancy Inc, Evokings, Cat Dealers, Goldfish, R3hab, Illenium e Armin Van Buuren.
Fatnotronic
Com mais de 20 anos de carreira, Phillipi está a frente do projeto. Com uma pegada prória, sets que vão do disco ao techno, passeando por sonoridades houseiras e explorando também a música brasileira, o projeto é apoiado por dezenas de produtores como Fatboy Slim, 2Manydjs, Solomun, etc.
Malifoo
MALIFOO é o projeto do DJ e produtor, Eduardo Berenguer, criado em 2017. Com lançamentos nas gravadoras Armada, Spinnin’, Armada Deep, The Bearded Man, Clippers e Hub Records, em 2019, MALIFOO assinou com a Sony Music. Podemos esperar muito house e groove naa pistas.
Fancy Inc
Dub Fragments e Matheus R., são os nomes por trás do projeto Fancy Inc e um dos nomes mais hypados do Brasil no momento. Parceiros de Vintage Culture no super hit “In the Dark”, a música alcançou o primeiro lugar no chart de dance club songs da Billboard, alavancando os rapazes ao estrelato internacional. Quem vai ouvir esse hit no Lolla?
Evokings
Os músicos, guitarristas, DJs e produtores musicais, Thiago Cymbal e Wagner Farias, são os nomes por trás do duo Evokings. Parceiros do Cat Dealers no super hit “Gravity’ e um dos nomes mais presentes nas festas de música eletrônica no Brasil, são representantes da nova onda brasileira, o “nu house”.
Cat Dealers
Definitivamente um dos maiores duos de música eletrônica do Brasil, presentes na lista de DJs mais populares do mundo da DJ Mag deixando seus fãs brasileiros orgulhosos, os irmãos Lugui e Pedrão retornam ao Lollapalooza com status de estrelas. O duo número 48 do mundo tem música suficiente pra horas de festival e estamos ansiosos por vê-los novamente.
Goldfish
O Goldfish é um duo de dance music da Cidade do Cabo, África do Sul, formado por Dominic Peters e David Poole. Eles criam suas batidas eletrônicas com elementos do jazz e da música africana, combinadas com instrumentos acústicos. Há uma chance deles tocarem em outro palco que não seja o de música eletrônica devido a pegada diferenciada de seu trabalho, com um set em versão ao vivo e não um DJ set. Isso já aconteceu com outros artistas do mesmo estilo em outras edições do Lollapalooza e sempre são momentos inesquecíveis.
R3hab
R3hab é a força da EDM dentro do line up do Lollapalooza no último dia de festival. Dono dos remixes de música pop mais famosos do mundo, é normal o fã de música eletrônica conhecer seus remixes melhor que as versões originais daquele pop chiclete. Sem tocar no Brasil há algum tempo, o DJ é responsável por trazer toda a nossa nostalgia dos tempos de ouro da EDM de volta.
Illenium
Pela primeira vez no Brasil, o super star americano da trap music tem um histórico de depressão tratado abertamente em suas músicas. Seu show ao vivo incorpora teclados, pads de bateria e iluminação e visuais de ponta, todos combinados para criar uma experiência sonora imersiva.
Armin Van Buuren
O DJ mais amado do mundo pelos fãs de trance – embora ele não toque mas tanto trance assim em seus sets mais comerciais – vem pela primeira vez ao Lollapalooza Brasil, para alegria dos fãs. Armin é diferente em cada set que faz, entendendo sempre o local que se encontra. Em grandes festivais, costuma tocar um som mais comercial nos palcos principais, mas quando é a estrela de seu ASOT, costuma surpreender com o trance clássico que todos amam. Podendo também tocar com vinil, criando uma sonoridade única, só nos resta torcer que o encerramento do Lollapalooza traga seu melhor lado como DJ.

Agora que já destrinchamos todas as atrações de música eletrônica do Lollapalooza pra você, acreditamos que te convencemos que o palco eletrônico do Lolla é um festival a parte dentro do festival. Agora vai lá no site da Tickets For Fun e compre seu ingresso. Nos vemos em abril!


Veja mais em DJMag

Gravadora inglesa assina novo EP de Gabriel Evoke

Solta o Grave anuncia datas e cidades para 2020