in

10 tracks para entender o perfil musical do duo Øostil

10 tracks para entender o perfil musical do duo Øostil

10 tracks para entender o perfil musical do duo Øostil

Mergulhe nas principais referências deste projeto de techno melódico.

via Assessoria de Imprensa

Øostil Ao procurar novos horizontes musicais e pessoais, Antü Coimbra e Hugo Ibarra, as mentes por trás do Øostil, transcenderam sua própria realidade, transportando sua arte e estilo para uma nova dimensão. Inspirados no techno melódico, seu som minimalista e orgânico é capaz de evocar emoções pessoais profundas ao se conectar com o público, já que quando sobem ao palco, buscam guiar aqueles que estão na pista em uma jornada realmente emocionante.
Øostil @ Cercle B
O projeto latino-americano é relativamente novo, criado em 2017, mas em apenas alguns meses a dupla já estava confirmada para tocar em um evento da Afterlife, na Cidade do México. Na sequência, engatou o lançamento de “Quantic” no VA Realm Of Consciousness III, e a partir daí viu sua carreira decolar, marcando presença em outros eventos da Afterlife e até mesmo do Cercle, onde tocaram ao lado de Mathame e Mind Against.

Øostil Afterlife
Na próxima quinta-feira (19), o Øostil faz sua estreia no Brasil com uma passagem pela Moving do D-EDGE, se apresentando ao lado do projeto Hiato, formado por BLANCAh e Binaryh. Você pode conferir o evento aqui e garantir seu ingresso antecipado pela Ingresse.
Øostil - D-EDGE
Nós convidamos Hugo e Antü para compartilharem com a gente 10 faixas que refletem a essência musical do projeto, você pode conferir diretamente no chart do Beatport e ouvi-lás na íntegra logo abaixo:

Interlude – Nick Devon
Um trabalho incrível de Nick, com uma pegada emocional que usamos bastante em nossos sets.

Øostil – Singularity (Brian Cid Remix)
Remix feito pelo nosso amigo Brian Cid, deixando a track bem forte

Dissection – Edone
Essa é uma bomba para o peak time! Usamos muito para criar um clímax nos nossos sets, é simples de uma maneira muito boa e eficaz.

Receiver – Patrice Baumel
Outra faixa perfeita para o momento auge do set, trabalho fortíssimo de Patrice mostrando que a música ainda tem diferentes abordagens.

Nemesis – Senses Of Mind
Aqui temos uma visão mais melódica do nosso som, mas é uma track extremamente boa e eficaz.

Øostil – Placebo (Hunter/Game Remix)
Lindo remix de Hunter Game que usamos em quase todos os sets, uma participação muito interessante na nossa faixa Placebo.

Stopped Growing – Imperieux
Um som tippy, bem louco. Ele é mais eclético e, apesar de diferente, amamos esse tipo de sonoridade.

Provenance – Marino Canal
Uma faixa incrível para fazer o closing set, tem muitas emoções nela… como sempre Marino entrega uma escrita bem forte.

Kas:st – Hold Me To The Light (Tale Of Us Remix)
Um clássico instantâneo, é uma faixa épica e muito emocional também.


Veja mais em DJMag

Burning Man e Art With Me influenciaram conceitos do Miracles Festival

MØDELERS presents: Galaxy ‘Album & Tour’ 2020 – Music