in

Fora do BBB20, Pyong desabafa sobre bebedeira e acusações de assédio

Hipnólogo ainda ficou frustrado ao ver que seu canal no YouTube cresceu bem menos do que esperava

Que tombo, hein? Um dos jogadores mais confiantes (ou soberbos, se preferir) do BBB20, Pyong Lee foi eliminado na noite dessa terça-feira (17). Disputando a preferência do público contra Babu Santana (47,71%) e Rafa Kalimann (0,59%), o hipnólogo deixou o programa com um índice de rejeição de 51,70%.

Na #RedeBBB, entrevista que rola ao vivo após o resultado das votações, ele disse que considera a decisão de desafiar Felipe Prior e se colocar no paredão o seu maior equívoco no game. “Sei que outros erros, que admiti e pelos quais já me desculpei, também pesaram”, emendou, se referindo às acusações de assédio nas redes sociais.

Em um dos quadros do bate-papo, o #EuNunca, Pyong aparece dizendo (antes do confinamento) que jamais iria contra seus princípios e valores. “[Acho que] não dá para falar que cumpri 100% [pelo que aconteceu naquela noite, por causa da bebida]”, comentou.

Já na parte em que os eliminados podem rever suas redes sociais, rolou uma (outra) frustração seu número de inscritos no Youtube foi de 6 milhões para 7,5 milhões, 2,5 milhões a menos do que a meta: “É, acho que não reverberou tanto assim”.

No fim, além de ganhar um ábaco (para não precisar fazer contas nos dedos aqui fora. Hahaha!), o hipnólogo elegeu Rafa como a pessoa que quer levar para a vida toda, Mari Gonzalez como planta, Flayslane como um possível personagem e Prior como o que mais causa: “Acho que ele vai ser o próximo eliminado”, apostou.

Eu conto ou vocês contam, gente?

Veja mais em Caprixo

Diplo faz livestreams de sets durante quarentena

XXX confirma cancelamento de edição no Rio em 2020