in

Ella de Vuono lança ‘Assédio’. Ouça agora! – News

Estamos chegando perto ao maior feriado do ano para o Brasil.

O Carnaval é um período festivo, intenso, alegre e de puro desprendimento, mas pode ser igualmente desagradável se se olharmos por este prisma aqui: a atrasada falta de consciência com o outro, ou mais especificamente, com as mulheres.

A sensação fica latente no feriado pela quantidade de gente nas ruas e festas, mas não é somente no Carnaval e muito menos só na rua que isso acontece.

Essa é a realidade dura que ainda insiste em nos cercar, em diversos âmbitos. No cenário da música eletrônica não é diferente e foi esse estalo que a DJ, produtora e professora da AIMEC, Ella de Vuono, teve quando decidiu começar, em 2018, o processo de criação da faixa que leva o nome de ‘Assédio’.

O nome fala por si só, claro, mas a ideia foi muito mais profunda.

Ella chegou até isso não só porque está inserida em um circuito ainda polarizado, que pende para o masculino e carrega enraizados preconceitos, que por muitas vezes desmotivam artistas mulheres, mas também porque sabe da importância em se manifestar e posicionar enquanto mulher.

Ella vem escrevendo sua história na música eletrônica há quase 15 anos e se sentiu inspirada ao ver um vídeo da vlogger feminista, Jout Jout, falando sobre quais são algumas das atitudes desrespeitosas e abusivas que os homens cometem durante o Carnaval.

Aliás, o vídeo super didático, aconselha os homens em tom irônico, característico da vlogger e rendeu frases que dão os devidos recados: “Não interaja com um corpo que não te chamou para interagir com ele”, “Não! Sim! Notou a diferença?” são só duas das poderosas falas que você vai encontrar na faixa, na voz de Jout Jout.

Intensa, ácida, percussiva e com elementos que remetem à música brasileira, como a cuíca e o triângulo, a faixa chama atenção pelo diálogo em nossa língua nativa.

Primeiro porque de cara já não vemos isso acontecer com frequência e segundo porque ouvir um discurso que levanta uma bandeira tão nobre, é indiscutivelmente impactante.

Hoje o cenário é extremamente dinâmico e muitos recursos possibilitam que essas portas se abram mais facilmente para quem quer desbravá-lo; técnica, criatividade, seleção, versatilidade serão sempre pilares importantes para se definir um bom artista, mas com certeza trazer um tema tão importante para essa camada é algo admirável e merece todo respeito, suporte e atenção possíveis.

A composição visual ficou por conta da artista Paula Dornelles que, chancela através da imagem, a profundidade do que Ella quis transpassar em sua faixa.

Escute ‘Assédio’ aqui:


Veja mais em Mixmag

Museu aeronáutico e espacial francês será local do novo festival da Cercle

Jake, o primeiro filho de Pyong e Sammy Lee, nasceu!