in

De festa em Angra aos 14 à releitura de hit do rock; conheça John Failly

Como alguns já puderam notar nas pistas, a faixa “Linger”, clássico de 1993 da banda de irlandesa The Cranberries, ganhou um remake em uma pegada house recentemente. O responsável pela produção, com vocais da cantora brasileira Tami Ara, é John Failly, artista que vem crescendo na cena do Rio de Janeiro e, aos poucos, cavando seu espaço no mercado nacional.

“Eu lancei no ano passado, e desde então ela vem tomando uma proporção grande, sendo tocada em várias festas importantes pelo Brasil”, comenta o produtor à Phouse. “É uma produção diferente do que vem sendo lançado no mercado. Uma música com que todos se identificam, principalmente os casais”, afirma Failly, que dos seus 26 anos de vida, já soma 12 de experiência na música.

“Comecei aos 14 anos, quando tive acesso a uma festa na casa de um vizinho em Angra [dos Reis]. O local era paradisíaco, de frente para o mar. Ficamos dentro da casa dele até a festa começar e saímos só quando estava cheia”, contou o DJ. “Depois desse dia minha vida mudou. Tive o meu primeiro acesso à cabine, e dali em diante só tive foco e pensamento para isso.” 

Em pouco mais de um ano, Failly já estava tocando nas melhores festas da cidade, até se mudar para o Rio de Janeiro em busca de novos desafios. Antes mesmo dos 18, com a ajuda de um grupo de produtores, já havia tocado em rolês com grandes artista internacionais, como Kaskade, Thomas Gold, Dirty South e Goldfish

Hoje, carrega a experiência de duas turnês internacionais, passando por Ibiza e Buenos Aires, onde tocou em casas do porte de Ministry of Sound, Space Ibiza, Pacha, Cafe del Mar, El Divino, Blue Marlin, Kiss and Fly e Pink Elephant. No Brasil, Privilège, Cafe de La Musique, Sirena, Faro Beach Club, além de sets frequentes no Morro da Urca, Jockey Club e Copacabana Palace constam em seu portfólio.

Dimitri Vegas & Like Mike, Alesso, Don Diablo, Afrojack, Nicky Romero, Paul Van Dyk, Galantis e o saudoso Avicii são alguns dos artistas com os quais John já dividiu palco. Além disso, já tocou em festivais como The Epic, Rio Music Carnival e Paradise Weekend, e foi residente do Île Beach Club, em Angra dos Reis, por três anos, e do Miroir Club, no Rio de Janeiro, por três anos e meio.

Em 2020, seguindo a mesma pegada de “Linger”, o artista lançou o EP Remember Memories (ouça acima), com mais quatro releituras: para “Unwritten” (Natasha Bedingfield), “I’m Like a Bird” (Nelly Furtado), “Last Nite” (The Strokes) e “Time After Time” (Cindy Lauper). Para o futuro, ele promete uma música totalmente inspirada no Rio de Janeiro e alguns remixes de outros clássicos do rock.


Veja mais em Phouse

Saiba mais sobre a Endless Music, selo underground da HUB Records

5 lições de sucesso na música eletrônica by Galantis – Blog