in

Coachella é adiado para Outubro

Coachella é adiado para Outubro

Coachella é adiado para Outubro

Mais um festival é vítima da COVID-19.

por Ana Luíza Cavalcante

Depois do Ultra Miami, Tomorrowland Winter e SXSW, chegou a hora da organização do Coachella ADIAR a sua edição para Outubro.

Até o momento foram confirmados 110 casos do coronavírus na Califórnia. E devido a isso a organização vai anunciar oficialmente a nova data do festival para Outubro, durante os finais de semana do dia 09 a 11 e 16 a 18.

Quem se lembra do Desert Trip, festival que reuniu grandes artistas de rock como, Rolling Stones, Bob Dylan, Paul Mc Cartney, Roger Waters, Neil Young e The Who? A Goldenvoice, responsável pela organização do festival é a mesma do Coachella. Por isso, o Desert Trip ficou conhecido como Oldchella em 2016.

Curiosidades à parte, vamos falar um pouco sobre os impactos econômicos causados tanto para o bolso de quem já tinha ingresso garantido para os festivais quanto para os realizadores.

O SXSW é o festival que em seu anúncio de cancelamento alertou que não reembolsa os ingressos. O que causou um grande número de críticas ao mesmo. Várias pessoas que reclamaram, alegam e com razão que deveriam pelo menos ter o reembolso do ingresso, já que o restante da viagem provável que fosse totalmente perdida. Gerando um prejuízo enorme.

Em um artigo do Meio e Mensagem, o CEO do SXSW alega que a questão do não reembolso está nos termos da política de compra, e faz parte da segurança financeira do festival, que não possui seguro e que em casos de surto de doenças onde se pode haver uma pandemia mundial o festival reserva os seus direitos de fazer isso.

Já o Ultra e o Tomorrowland Winter ainda não anunciaram a forma de reembolso aos seus participantes.

Para muitos o cancelamento ou adiamento pode ser uma grande besteira. Mas o risco da doença é grave. Infelizmente são milhões de dólares e euros investidos na indústria do entretenimento e esses cancelamentos podem deixar rastros gigantes para as próximas edições, mas são medidas de segurança também.

Uma vez que países como a Itália entraram em alerta total e diversas regiões decretaram quarentena. Já na China, país de onde o COVID-19 provém a situação se agrava pois é o país que mais exporta todo tipo de commodites para o mundo e o reflexo disso é visto mundialmente em desespero.

A Bolsa De Valores na Ásia que na segunda-feira, 09, ainda noite de domingo aqui no Brasil, abriu em forte queda devido ao embate entre Arábia Saudita e Rússia na negociação do barril de petróleo, fez com que o mercado americanos e brasileiro sentisse um leve desespero ao ser aberto. Fazendo com que o Circuit Breaker fosse acionado – às 10:30 horário de Brasília – logo quando o mercado financeiro começou a operar por aqui. A oscilação da
moeda americana e do euro vem causando pânico aos turistas. Batendo R$5,00 e R$6,00 respectivamente é algo inédito e desanimador para aqueles que planejam ou planejavam viajar por agora e precisam fazer câmbio.

Ainda faltam alguns cancelamentos de grandes festivais que acontecem durante o alto verão em toda Europa. Podemos listas alguns que podem entrar nessa lista: Tomorrowland Bélgica, Awakenings, Dekmantel, Rock in Rio Lisboa, Kappa Futur Festival, Ultra Europa, Lollapalooza Paris, entre outros.


Veja mais em DJMag

9 DJs que morreram no auge e que você devia conhecer – Blog

CH Entrevista: Chloe Coleman revela cena mais difícil em Aprendiz de Espiã