in ,

Viola Davis faz desabafo potente sobre racismo em Hollywood e revela que diretor de cinema a chamava pelo nome da empregada; assista

Viola Davis revelou que um diretor de cinema a chamava pelo nome da empregada doméstica dele em um set de filmagem. “Ele disse: ‘Louise!’. Eu o conhecia há dez anos e ele me chamou de Louise. Depois descobri que esse era o nome da empregada dele”, confessou. Ela recordou a história em entrevista à Variety, nesta quinta-feira (19), em um painel do Festival de Cannes.

Na conversa, a atriz vencedora do Oscar contextualizou a lembrança mostrando a sua percepção sobre como Hollywood enxerga os atores negros. Ela afirmou que mesmo com seu currículo premiado, a quantidade de papéis que pode interpretar permanece limitada devido à sua cor da pele. Davis, inclusive, viveu uma empregada doméstica no controverso “Histórias Cruzadas”, de 2011. “Eu tinha cerca de 30 anos na época, então foi há algum tempo. Mas o que você precisa perceber é que essas microagressões acontecem o tempo todo”, discorreu.

Viola Davis opina sobre racismo em Hollywood (Foto: Reprodução/YouTube/Variety)

Ainda sobre o racismo na indústria do cinema, ela exemplificou sua crítica: “Se eu quisesse interpretar uma mãe cuja família mora em um bairro de baixa renda e meu filho era membro de uma gangue que morreu em um carro, eu poderia fazer isso”, apontou. “Mas se eu quisesse interpretar uma mulher à procura de se reinventar voando para Nice e dormindo com cinco homens, aos 56 anos, teria dificuldades de conseguir o projeto, mesmo sendo Viola Davis”, arrematou.

Viola ainda afirmou que depois do fim da série “How to Get Away With Murder”, que protagonizou por seis temporadas, ela não viu muitas mulheres negras em papéis principais na TV. Na opinião da atriz, a cor de pele é o fator determinante para a disparidade. “Isso parte meu coração e me deixa com raiva”, desabafou.

Viola Davis Em Entrevista à Variety No Festival De Cannes
Viola Davis, em entrevista à Variety, no Festival de Cannes (Foto: Reprodução/YouTube/Variety)
Continua depois da Publicidade

Ainda nesta edição do festival de cinema francês, Davis será homenageada com o prêmio Women In Motion. Ganhadora do Emmy, Globo de Ouro, BAFTA, SAG Awards e Tony Awards, a atriz será reconhecida “por seus papéis de atuação e por seu compromisso com os direitos das mulheres e minorias”, conforme comunicado divulgado pela organização do evento. Ela deve receber o prêmio durante um jantar em Cannes, marcado para 22 de maio. Confira a entrevista na íntegra a seguir:



Veja mais em HugoGloss

Suspeito de matar universitária a facadas no interior de SP confessa crime e relata motivação à polícia

Karina Bacchi confirma fim do casamento com Amaury Nunes e alfineta ex: “Não vou compactuar”