Tá aí uma coisa que não vemos todo dia… Os passageiros de um voo precisaram deixar o avião às pressas devido a um imprevisto pra lá de incomum. Um urso, que estava dentro de sua caixa de transporte, escapou e invadiu o porão de carga da aeronave. Como resultado, a viagem atrasou três horas e meia.

O caso ocorreu durante um voo entre Dubai e Bagdá nesta sexta-feira (4). Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o capitão se desculpando com os turistas pelo atraso na decolagem por causa da fuga do animal. Em outro trecho, um profissional acaricia a cabeça do urso enquanto ele anda pelo compartimento de carga. Assista:

Continua depois da Publicidade

A Iraqi Airways disse que não teve culpa pela fuga do urso e que a tripulação da aeronave trabalhou ao lado das autoridades dos Emirados Árabes Unidos para retirar o urso do avião. A companhia afirmou que especialistas foram enviados ao local para sedar o bicho e que todos os procedimentos foram realizados dentro dos padrões aprovados pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA).

De acordo com o jornal The Guardian, o primeiro-ministro do Iraque ordenou uma investigação sobre caso. O aeroporto internacional de Dubai, um dos mais movimentados do mundo, não quis comentar. Já um funcionário da Iraqi Airways confirmou o incidente, mas não revelou o nome do dono do urso.

Continua depois da Publicidade

O veículo ainda explicou que parte da população rica do Iraque tem o costume de manter animais selvagens em suas mansões.

Recentemente, outro urso chamou a atenção da web após os internautas suspeitarem de uma possível farsa em um zoológico na China. Em um vídeo viral, um ursos-malaio aparece com uma aparência estranha e fazendo gestos incomuns. Logo, os internautas apontaram que os animais eram, na verdade, pessoas fantasiadas. Depois do burburinho, o zoo Hangzhou precisou se manifestar. Relembre o caso, clicando aqui.

Siga a Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossos destaques



Veja mais em HugoGloss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *