Lembra dela? Cris Poli ficou eternizada na televisão brasileira com o programa “Supernanny“, do SBT. Durante quase dez anos, a argentina entrou na casa das pessoas para ajudar os pais na criação dos filhos. E nem mesmo a Maisa escapou dessa! Em entrevista ao Fofocalizando nesta terça (23), a pedagoga disse que chegou a visitar a casa da apresentadora, a pedido dos pais da atriz.

“A Maisinha eu tive a oportunidade de conversar com ela e com os pais numa época que os pais dela estavam precisando de um pouquinho de ajuda. Eu entrei lá num momento que ela estava usando mamadeira“, relembrou Poli. “Aí eu fui conversando com ela e ela largou a mamadeira. E o legal é que ela já se apresentou em programas, agora adulta, e ela falou que fez isso [largar a mamadeira] só para me agradar e que, quando eu fui embora, ela pegou a mamadeira de novo”, disse aos risos.

Na conversa com Gabriel Cartolano, Cris também opinou sobre a criação das crianças, hoje em dia, em meio às novas tecnologias. “Não está certo os pais oferecerem celulares para os filhos para resolver problemas de convivência. Hoje os pais estão piores do que naquela época. Estão desorientados. Essa tecnologia invadiu o espaço de todo mundo, inclusive dos adultos. A gente está vendo hoje crianças com síndrome de abstinência de celular. Crianças de 3, 4, 5 anos”, disse.

Assista a entrevista completa:

Continua depois da Publicidade

Traumas em Maisa

Maisa, por sua vez, já revelou que, apesar da Supernanny tê-la ajudado a substituir a mamadeira pelo copo, o episódio lhe deixou um trama. “Um belo dia ela foi conversar comigo para entender como era minha vida, minha rotina. E eu cheguei e falei para ela: ‘Sabia que eu mamo na mamadeira?’. Eu sabia que isso era uma coisa que ela não admitia no programa. Aí ela tentou introduzir o copo para mim”, lembrou.

“Aquilo virou meu pesadelo, e eu parei de beber leite”, confessou em abril durante sua participação no Conversa com Bial. Questionada por Pedro Bial sobre a ingestão de leite, ela confirmou: “É muito raro. Um capuccino aqui ou ali, um chocolate quente muito diferente…”.

Siga a Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossos destaques



Veja mais em HugoGloss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *