in

Ouça o EP “The Skull” do produtor brasileiro ˆL_, assinado pelo label alemã, Antime

Esse é o trabalho mais pesado e agressivo de ˆL_ até hoje

por Ana Cavalcante

Com influência de bandas dos anos 90 e programas da MTV, como Lado B e AMP, Luis Fernando aka ˆL_, foi construindo sua base de referências musicais até embarcar, de fato, no universo da produção musical.

Na época, ele tocava em uma guitar band com influências de bandas como My Bloody Valentines, Sonic Youth, e outras bandas do então intitulado, rock alternativo.

Através da MTV e sua programação, ˆL_, conheceu diversos artistas como o Aphex Twin, Autechre, LFO, Plastikman, Underworld, entre outros. 

No mesmo período ele escutou pela primeira vez o “Screamadelica” do Primal Scream, que foi crucial na sua carreira como produtor de música eletrônica. ˆL_ ainda cita a importância de bandas como Depeche Mode, Front 242, Nine Inch Nails e Skinny Puppy, para criar a sua identidade sonora.

Em meados dos anos 2000, ˆL_ começou a mexer com softwares como Cakewalker, Nuendo, Reason e Fruityl Loop (hoje apenas FL Studio) até chegar no Ableton Live, que trabalho desde 2007. 

Nesse período, ˆL_ conseguiu adquirir uma Roland MC 303 Groove Box, a partir daí, uma coisa foi levando à outra. 

Para produzir, ˆL_ procura sair da zona de conforto, por mais clichê que possa parecer, mas é o momento onde o céu o limite para abrir a mente e criar algo, explica.

Entre as influências na hora de produzir, ˆL_ cita alguns artistas da Warp, Aphex Twin, Autechre e Boards of Canada. Gigantes como Brian Eno, John Zorn, Steve Reich e Philip Glass, Einstürzende Neubauten e até músicos de noise como Merzbow. 

ˆL_ conta que certa vez, em 2016, ele lançou para a Urban Arts Berlin, uma track chamada “Crowley for Pope – um dark ambient. Pois bem, um grupo religioso entrou em contato com ele, solicitando a retirada da música do ar. 

Como eu passo muito tempo trabalhando nas minhas músicas, eu não costuma ouvi-las depois que lançam. Com isso, um amigo foi tocar uma das minhas músicas e eu ao lado dele não reconheci meu próprio som. Foi preciso um amigo em comum me avisar que era a minha música. 

Para ˆL_ ser relevante e reconhecido na música, é o seu maior sonho. Segundo ele, é muito prazeroso influenciar outros artistas com o seu trabalho. 

O EP, THE SKULL – que saiu pelo label alemã, Antime, é o trabalho mais pesado e agressivo de ˆL_ até hoje. Com um mistura sólida de breakbeat, hardcore e até gabber, Skull é um EP bem completo. O produtor também já recebeu suporte de grandes nomes como Richie Hawtin, Charlotte de Witte e Black Dog.

Redes Sociais

Instagram | Spotify | Soundcloud


Veja mais em DJMag

O que você acha?

Diretamente do Castelo de Guimarães, em Portugal, Mayze X Faria apresentam 3ª edição memorável do X Places

Alok, na Europa, retorna aos palcos deixando público em êxtase e aproveita para pedir amor aos índios brasileiros