O pecuarista Garon Maia Filho, de 42 anos, e seu filho, Francisco Veronezi Maia, de apenas 11 anos, morreram na queda de um avião bimotor em uma área de mata fechada, na divisa entre Rondônia e Mato Grosso, no último sábado (29). Dias após a tragédia, nesta terça-feira (1º), Ana Paula Pridonik, esposa de Garon, foi encontrada morta com um tiro na cabeça.

Segundo informações do Diário Digital, a mulher estava no Residencial Village, no Bairro Antônio Vendas, em Campo Grande (MS), quando foi socorrida por familiares, que acionaram o SAMU.

Pridonik foi levada pelo Corpo de Bombeiros à Santa Casa, no início da tarde de hoje, para tratamento dos ferimentos. Entretanto, a jovem de 27 anos não resistiu. Sua morte foi constatada às 14h50.

*Texto em atualização

Siga a Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossos destaques



Veja mais em HugoGloss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *