Uma das sósias mais famosas de Kate Middleton no Reino Unido se manifestou sobre as teorias conspiratórias envolvendo a recente aparição da princesa de Gales. Ao TMZ, nesta terça-feira (19), Heidi Agan afirmou que não se trata de si mesma no vídeo de Kate e príncipe William, divulgado nesta semana.

A mulher explicou que estava trabalhando na sede de uma escola de dança em Northamptonshire no último sábado (16), dia em que o registro foi gravado. O local fica a cerca de 130km da Windsor Farm Shop, loja que vende os produtos agrícolas plantados nas fazendas da família real, onde o casal foi visto.

Hoje foi um dia muito louco porque as pessoas pensam que eu sou Kate Middleton no vídeo que foi lançado online, então tenho dado muitas entrevistas e mostrado meu álibi de que não, não era eu no vídeo. Na verdade, eu estava no trabalho, então acho que é 100% ela“, disse a sósia. Veja o registro:

Em seguida, Heidi falou sobre o seu trabalho como sósia da princesa. “Normalmente, o nosso trabalho segue o que a família real faz. Se estiverem ocupados, nós estamos ocupados. Então, em anos anteriores, como quando ela esteve grávida e ficou fora dos holofotes, nosso trabalho seria usado, suponho, por respeito a ela e à sua saúde. Eu presumo que isso teria acontecido dessa vez, mas não foi o que aconteceu“, explicou.

A sósia revelou que entrou em um estabelecimento no fim de semana e as pessoas ficaram em êxtase, achando que Kate estava realmente naquele local. Além disso, ela disse que as teorias conspiratórias envolvendo Middleton estão “indo longe demais“.

Eu acho que é porque não há muitas informações sobre o que aconteceu com ela. O rei [Charles III] divulgou um comunicado dizendo o que há de errado com ele e acho que todos esperavam que Kate fizesse o mesmo. Ela não o fez, está em silêncio sobre isso e tem sido muito reservada sobre isso“, refletiu.

Continua depois da Publicidade

Por fim, Heidi falou sobre a polêmica foto de Dia das Mães, que acabou aumentando os rumores em torno da princesa. “Acho que o objetivo era anular alguns rumores, mas em vez disso, foi para o outro lado. Agora, embora ela esteja andando com William, isso se transformou em uma questão de que não é ela de jeito nenhum. Eu acho que é 100% ela“, reforçou.

“Eu acho que ela está 100% bem. Acho que ela fez a cirurgia, precisou se recuperar e nós temos que respeitar isso. Ela é uma figura pública, não uma propriedade pública. Todos nós temos o direito de privacidade com seus registros médicos e ela precisa disso também. Então, acho que ela está viva, está bem, está legal. Ela vai voltar após a Páscoa, como o Palácio de Kensington disse que ela voltaria“, completou. Assista:

@tmz

One of the UK’s most popular #KateMiddleton look-alikes, HeidiAgan, addresses the conspiracy theorists who think she’s actually the woman in the new video of #PrinceWilliam and the PrincessOfWales.

♬ original sound – TMZ

O “sumiço” de Middleton

O “sumiço” da princesa rendeu muitas teorias na web ao longo dos últimos dois meses. Desde que realizou uma cirurgia abdominal, no fim de janeiro, Kate tem se mantido afastada da vida pública e de seus compromissos como membro sênior da família real. Nas redes, rumores de que o quadro de saúde da esposa de William seria mais grave do que o apontado pelo Palácio ganharam a atenção.

Continua depois da Publicidade

Com a repercussão do caso, a assessoria da família real britânica emitiu um breve comunicado no dia 28 de fevereiro. “A Princesa de Gales ainda está se recuperando de uma cirurgia no abdômen e segue bem“, declarou a equipe, segundo a revista “Hola”. As teorias, porém, fervilharam ainda mais depois que foi divulgada uma foto de Kate ao lado dos filhos em comemoração ao dia das mães.

Na ocasião, uma série de erros de edição foi apontada na foto, colocando em dúvida se o registro era de fato verdadeiro ou totalmente montado. A princesa declarou que editou a imagem, e seis das maiores agências de fotos do mundo retiraram a imagem de circulação depois de notarem a manipulação do registro. A Associated Press (AP), Reuters, Agência France Presse (AFP) e a Getty Images emitiram um “kill notice”, termo da indústria usado para fazer uma retratação explicando a medida tomada.

Sobre o recente vídeo de Middleton, o produtor executivo do TMZ, Charles Latibeaudiere, também afirmou que se trata da princesa e não de uma sósia, mesmo com as teorias de conspiração. “Já fui e voltei três vezes diferentes. Eu assisti a esse vídeo tantas vezes e sim, meu instinto é que é ela“, afirmou o profissional.



Siga a Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossos destaques



Veja mais em HugoGloss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *