Após Kate Middleton “assumir a culpa” por editar uma foto com os filhos, o diretor da Agência France Presse (AFP) – uma das mais importantes – afirmou que a empresa passará a revisar com “muito mais seriedade” o material enviado pelo Palácio de Kensington. Ao “Fantástico” deste domingo (17), Eric Baradat revelou que pediu esclarecimentos à comunicação da família real britânica, mas não obteve retorno.

Na imagem polêmica, que teria sido tirada pelo príncipe William, Kate aparece junto aos herdeiros, os príncipes George e Louis, e a princesa Charlotte. O post feito nas redes sociais era uma homenagem ao Dia das Mães no Reino Unido. Não demorou, porém, para que uma série de erros de edição fossem apontados na foto, colocando em xeque se o registro era de fato verdadeiro ou totalmente montado.

Após a repercussão, seis das maiores agências de fotos do mundo retiraram a imagem de circulação depois de notarem a manipulação do registro. A Associated Press (AP), Reuters, Agência France Presse (AFP) e a Getty Images emitiram um “kill notice”, termo da indústria usado para fazer uma retratação explicando a medida tomada.

A retirada ocorreu em 10 de março, no mesmo dia em que a imagem foi distribuída pelo palácio. Na prática, ela é excluída dos servidores das agências e não pode mais ser replicada pelos assinantes. No dominical da TV Globo, o diretor global de fotografia da AFP em Paris contou que as agências se reuniram e pediram uma explicação. Como não obtiveram resposta do palácio, decidiram retirar a imagem de circulação.

“Manipular ou alterar a imagem do jeito como fizeram no domingo, nunca esperamos isso da parte deles. Vamos revisar com muito mais seriedade qualquer material vindo do Palácio de Kensington”, garantiu Eric Baradat. 

‘É fato ou fake?’

O “Fantástico” também chamou um professor de computação gráfica, Celso Fontinele, para identificar os “erros” na imagem. De acordo com ele, a foto não foi criada por inteligência artificial, mas obviamente há ajustes no registro original. “Essa foto é fato, mas é uma composição fotográfica muito comum de se fazer, principalmente quando se faz fotos de crianças. Provavelmente elas foram tiradas na mesma posição, só que a melhor pose de cada criança foi juntada em um programa de edição”, explicou.

“Dá pra identificar facilmente que as fotos foram feitas no mesmo local, especialmente por causa dos olhos, a iluminação e o brilho dos olhos está igual em todas as pessoas. Automaticamente isso me diz que é a mesma luz. Mas a janela ficou torta, faltou um pedaço da manga da Charlotte, uma mão deve ter sido encaixada de outra posição, porque ela está muito desfocada perto das outras mãos, provavelmente quem fez estava com muita pressa e não teve esse cuidado”, completou.

Na última semana, fontes próximas à família real comentaram o impacto da polêmica fotográfica na vida da princesa. Em conversa com o Page Six, eles afirmaram que a repercussão do “erro de Photoshop”, bem como os comentários negativos do público, estariam afetando a recuperação de Kate da cirurgia abdominal à qual foi submetida em janeiro deste ano.

“É muito difícil estar sob todo esse escrutínio público quando você está se recuperando de uma grande cirurgia. Os boatos – principalmente nas redes sociais – ficaram fora de controle, mas Kate está se recuperando bem e estará de volta na Páscoa”, disse a fonte. “Ela só precisa ser deixada em paz”, reforçou. Clique aqui para saber os detalhes.

Continua depois da Publicidade

O “sumiço” de Middleton

O “sumiço” da princesa rendeu muitas teorias na web ao longo dos últimos dois meses. Desde que realizou uma cirurgia abdominal, no final de janeiro, a princesa tem se mantido afastada da vida pública e de seus compromissos como membro sênior da família real. Nas redes, rumores de que o quadro de saúde da esposa de William seria mais grave do que o apontado pelo Palácio ganharam tração. 

Com a repercussão do caso, a assessoria da família real britânica emitiu um breve comunicado no dia 28 de fevereiro. “A Princesa de Gales ainda está se recuperando de uma cirurgia no abdômen e segue bem”, declarou a equipe, de acordo com a revista “Hola”.



Siga a Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossos destaques



Veja mais em HugoGloss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *