Deolane Bezerra conseguiu que o Google desassociasse seu nome do termo “bafuda“. Nesta quinta-feira (25), a advogada compartilhou a primeira vitória no processo judicial contra o site em suas redes sociais. O termo, utilizado por participantes de “A Fazenda 14” para se referir de forma pejorativa à loira, aparecia na ferramenta de buscas da plataforma junto à foto da influencer.

No comunicado divulgado pela advogada em seu Instagram, o juiz Bruno Paes Stradorini determinou que o Google tem até cinco dias para retirar a vinculação da palavra à ex-peoa. “A automática exibição da imagem da autora quando o termo ‘bafuda’ é objeto de pesquisa parece representar abuso e indevida exposição da intimidade da parte”, explica o documento. Contudo, as matérias jornalísticas publicadas e menções associando o nome da influenciadora com a palavra serão mantidas.

Deolane comemorou a vitória em suas redes sociais (Foto: Reprodução/Instagram)

A advogada Adélia Soares explicou que a decisão foi tomada após a defesa de Deolane deliberar sobre o caso pessoalmente com o juiz. “Apresentamos os pontos que ferem o direito à personalidade da nossa cliente. O juiz alterou a decisão e concedeu a liminar”, explicou ao Splash, do UOL. A profissional ainda ressaltou que notificou o Google extrajudicialmente antes de começar o processo. A empresa ainda pode entrar com recurso.

Entenda o caso

Na semana passada, o blog do Ancelmo Gois, do O Globo, divulgou que a ex-Fazenda estava entrando com um processo contra o Google para que seu nome fosse desvinculado, com urgência, do termo “bafuda” na ferramenta de buscas.

De acordo com a publicação, ela teve o pedido negado pela 1ª Vara Cível de SP. O juiz responsável alegou, em 12 de maio, não existir “ilegalidade na conduta” do Google, e que a associação ao termo “ocorreu no bojo do próprio programa televisivo que Deolane voluntariamente aceitou participar” e não pela plataforma.

Deolane Bezerra A Fazenda 14
Deolane Bezerra não quer mais ter seu nome associado ao termo “bafuda”, como ficou conhecida em “A Fazenda 14” (Foto: Reprodução/Record TV)

“A autora, que livremente optou por participar de reality show com ampla exposição de sua vida privada, acabou por se envolver em polêmica dentro do programa, onde o tema de seu suposto mau hálito foi objeto de discórdia, o que estaria maculando a sua imagem e reputação. A temática extrapolou os limites do referido programa e deu ensejo a uma série de matérias e divulgações na rede mundial de computadores, tendo o réu apenas direcionado a busca de seu site para tais resultados”, diz a decisão do juiz Bruno Paes Straforini.

A petição inicial justificava o incômodo de Deolane em ter sua imagem associada ao termo, que repercutiu fora do programa de TV, e como isso estaria afetando o seu psicológico. “A autora não suporta mais ver seu nome e imagem relacionados a este termo, e, sinceramente, esta situação atingiu o emocional desta, que sente vergonha diante de tal situação”, afirmava um trecho do documento.

Continua depois da Publicidade

A advogada esteve no elenco da 14ª edição do reality show da Record TV. Antes de deixar o programa, em dezembro, ao saber sobre o estado de saúde da mãe, Deolane protagonizou momentos divertidos e discussões acaloradas, principalmente com Deborah Albuquerque – que chamou a advogada de “bafuda”. Relembre, clicando aqui.

Siga a Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossos destaques



Veja mais em HugoGloss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *