Na manhã desta terça-feira (8), Gil do Vigor lamentou um ataque que enfrentou no aeroporto, enquanto cantarolava um louvor. Segundo o ex-BBB, ele estava na fila do embarque de um voo do Rio de Janeiro para São Paulo, cantando um hino, quando foi criticado por outra passageira de forma grosseira.

“Gente, estou chegando aqui em São Paulo agora… O voo foi maravilhoso, mas eu estava na fila antes de embarcar. E tinha uma mulher atrás de mim. Eu estava cantando um louvor baixinho e ela pegou e falou: ‘Eu espero que lá dentro do avião você não cante feito um doido’”, relatou o ex-brother.

Gil confessou que, em um primeiro momento, acreditava que fosse uma brincadeira. No entanto, logo viu que a moça estava falando sério. “Eu não sou cantor e não vou ficar cantando dentro de avião. Não entendi a raiva dela, ela veio na grosseria. Achei que ela ia falar: ‘Estou brincando’”, contou.

 

O brother explicou, ainda, não ter entendido a reação da desconhecida e reforçou a necessidade de que as pessoas tratem as situações com mais calma. “Eu entendo, gente! As pessoas podem expressar o que querem. Mas elas precisam ficar mais calmas, respirar, sabe? Criou-se uma guerra que não deveria existir. A gente tem que ser feliz. Se não está fazendo mal a ninguém… Até porque a gente está lá de boa. Não estava fazendo mal a ninguém, não estava cantando alto. Hoje em dia a gente tem que ter muito cuidado senão o povo fica atacado do coração”, pontuou.

Gil detalhou o ocorrido enquanto caminhava pelo Aeroporto de Congonhas, onde pousou após participar do Criança Esperança, na noite desta segunda-feira (7), no Rio de Janeiro. O ex-BBB foi parado diversas vezes por fãs, que pediam fotos e abraços ao pernambucano. Ele atendeu a todos com um sorriso no rosto.

Continua depois da Publicidade

Por fim, Gil reforçou que a mulher estava errada por tratá-lo daquela maneira. “Ela ficou com raiva de mim, muita raiva. Foi isso, minha gente! Ela está errada, obviamente, em lugar público que não seja fechado a gente pode cantar. Em avião não se pode fazer, temos que utilizar o fone de ouvido. Mas ela não precisava ser grosseira”, lamentou.

Ele finalizou: “Achei desconfortável ela me chamar de louco: ‘cantar feito um louco’. Ela ficou com ódio no olhar. Faz parte. Foi tão perfeito ontem que nem ligo. [Desejo] Uma semana maravilhosa, vamos falar de coisas boas. Vou gravar em São Paulo até sexta, quando vou ao Rio e sábado volto para São Paulo. E segunda já tenho que trabalhar, é isso. Vigor, correria”.

[anunciio]

No Twitter, o ex-BBB também falou sobre o incidente e afirmou que continuará cantando e demonstrando alegria. “Acabei de ser atacado antes de entrar no avião! Eu estava cantando um louvor na fila e até que baixinho e a mulher disse: Não venha cantar dentro do avião feito um maluco (e esperando ela falar que estava brincando e ela não falou)”, escreveu. “Gente, o que aconteceu com as pessoas? Kkk A alegria incomoda tanto assim? Parei de cantar que hoje eu estou na paz! Mas sigo cantando no coração”, concluiu.

Siga a Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossos destaques



Veja mais em HugoGloss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *