O que acontece quando quatro amigas improváveis se juntam para viver uma jornada em busca de suas origens? Bem… no caso de “Loucas em Apuros”, rola MUITA confusão! Em entrevista exclusiva a Hugo Gloss, Sherry Cola, Ashley Park, Sabrina Wu e a indicada ao Oscar, Stephanie Hsu, contaram sobre os bastidores da nova comédia.

Na trama, as amigas de longa data acreditam que farão uma simples viagem de negócios à China, mas são surpreendidas por muita confusão, que envolve noites quentes, bebedeira e até artistas de K-Pop. Isso mesmo! Aquela vibe caótica que a gente AMA. Contudo, as estrelas ressaltaram que o longa não arrancará apenas lágrimas de risos, mas também de emoção.

Continua depois da Publicidade

“Eu amo que o nosso filme é tão profundo”, exaltou Stephanie, que interpreta Kat Huang. “Tem questões muito afetivas nele, mas muitas partes não são tão profundas. É libertador, divertido, alegre e estrondoso, e nós merecemos nos divertir também”, acrescentou. A atriz, que brilhou em “Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo“, revelou que sua participação no longa vencedor do Oscar teve tudo a ver com a escalação na nova comédia.

Amigas irão passar por apuros hilários durante viagem à China (Foto: Reprodução/Point Grey Pictures, Red Mysterious Hippo)

“Eu filmei depois de ‘Tudo em Todo o Lugar’, mas ele não tinha sido lançado ainda. Mas, sabe, quando eu estava no ensino médio, eu era muito boba. As pessoas sempre diziam que eu deveria fazer stand-up um dia. Tenho uma grande experiência em comédia, mas decidi não seguir esse caminho”, relembrou.

“Então, este filme realmente saciou uma grande vontade em mim. A de fazer uma comédia escrachada e ousada. Eu amo a oportunidade de fazer coisas que são ridículas, engraçadas… Me trazem muita alegria. Sou muito grata por termos feito isso juntos e estarmos completamente desinibidas”, acrescentou.

Continua depois da Publicidade

Quem também aprovou o clima descontraído do set foi Ashley, que descreveu como as protagonistas se prepararam para as gravações. “Foi tão divertido, especialmente para nós quatro, é que todos realmente entendemos a arte, o ritmo, a generosidade que a comédia exige de cada pessoa”, comentou a atriz.

Ela detalhou: “Para nos prepararmos, foi mais sobre o fato de que pudemos realmente explorar os seres humanos que esses personagens eram. Acredito que muitos de nós não tiveram a oportunidade de fazer seres humanos completamente desenvolvidos e que também são engraçados. Então nós apenas pegamos o que realmente entendíamos em termos da arte de atuar, e pensamos: ‘Ah, vamos incentivar um ao outro a realmente descobrir quem somos como seres humanos’”.

Elas terão até que se passar por estrelas de K-Pop (Foto: Reprodução/Point Grey Pictures, Red Mysterious Hippo)

“A base estava lá, sabe, a conexão humana e também. Tivemos essa conexão fundamental, e acho que o resto foi apenas diversão”, complementou Cola. A intérprete de Lolo ainda garantiu que a química entre o elenco que o público vê na tela também foi sentida pelas próprias artistas. “A química na tela fala por si só, porque é real na vida real. Nós realmente temos esse espírito de almas gêmeas conectadas pelo destino. Ashley e eu não poderíamos ser mais diferentes, mas nós pensamos da mesma forma e temos energias parecidas”, esclareceu.

Parks inclusive mudou sua percepção da vida após conhecer suas co-protagonistas. “Eu acho que eu realmente não entendia esse negócio de ‘opostos se atraem’, porque não fazia sentido para mim. Mas agora percebo que opostos se atraem quando uma pessoa celebra de verdade o que faz a outra pessoa ser quem ela é”, disse a estrela.

Continua depois da Publicidade

Entre os destaques do longa, está a personagem Sabrina, a enigmática Deadeye. Para a atriz, ela é uma espécie de ícone sexual. Só que não… “É uma pessoa que realmente tem um bom coração, que age com verdade em relação a si, alguém que talvez não tenha encontrado sua comunidade por muito tempo, durante a infância e dentro de sua família. É alguém que tem muitos interesses legais e… Deu um salto de fé, age com bravura, se abrindo e se colocando nesse novo grupo de amigos”, descreveu.

O longa promete arrancar lágrimas e gargalhadas (Foto: Reprodução/Point Grey Pictures, Red Mysterious Hippo)

Apesar da diversão garantida, “Loucas em Apuros” também irá colocar os espectadores para refletir sobre xenofobia, racismo e a sexualização de mulheres asiáticas. “Acredito que, porque temos Adele Lim [diretora], Cherry e Teresa [roteiristas] liderando o filme, sabíamos que estávamos protegidas e elas realmente queriam fazer uma obra onde não fôssemos objetos. Onde nós mesmas fôssemos o alvo das nossas próprias piadas”, destacou Stephanie.

“Nós estamos reivindicando a nossa sexualidade, que pode ser sexy, mas também engraçada e ridícula. Mas o poder está em nossas mãos, em oposição a estar nas mãos de outra pessoa”, completou. Assista à entrevista completa abaixo:

“Loucas em Apuros” chega aos cinemas brasileiros no dia 3 de agosto. Ansiosos? Sim ou claro?!

Siga a Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossos destaques



Veja mais em HugoGloss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *