Nesta terça-feira (23), a coluna de Erlan Bastos, do Em Off, divulgou o áudio da audiência referente à herança de Gugu Liberato. O trecho disponibilizado pela coluna mostra o momento em que o advogado de defesa de Aparecida Liberato, irmã de Gugu, questiona se Rose Miriam e o apresentador mantinham relações sexuais. Na gravação é possível ouvir a resposta de uma das filhas.

De acordo com a publicação, a pergunta foi reprovada pelo juiz do caso, José Walter Chacon Cardoso, logo de início. “Desculpa, essa pergunta não está permitida”, rebate o magistrado antes de liberar o questionamento em seguida. “Se eles dormiam em quartos juntos? A senhora chegou a presenciar os dois dormindo no mesmo quarto alguma vez?”, questiona o advogado Dilermando Cigagna.

“Não é impertinente, mas é constrangedor. Porque eu não sei quando o meu pai…”, diz uma voz masculina, interrompida por uma das irmãs. “Posso responder? Eu quero!”, afirma uma das garotas. “Eu não perguntava para eles se eles dormiam no mesmo quarto”, continua. “Eu perguntei se a senhora chegou a presenciar os dois dormindo no mesmo quarto, alguma coisa assim”, insiste o advogado. “Eu não via”, confirma a menina.

Em outro momento, uma das jovens detalha a relação dos pais: “Eles não ficavam na mesma casa, tipo dormiam na mesma casa. Mas sim tinham almoços na casa do meu pai, quando minha mãe também convidava para nossa casa em Alphaville e vice-versa. Ele frequentava normalmente”.

Continua depois da Publicidade

O episódio repercutiu nas redes sociais, onde muitos consideraram a pergunta constrangedora. Em meio às polêmicas sobre o caso, o filho mais velho de Gugu, João Augusto Liberato, reagiu às notícias de que teria preferido ficar em silêncio no processo que analisa a união estável entre o apresentador e a mãe, Rose Miriam.

“Não é verdade que preferi ficar calado durante a audiência, não me manifestei porque não era o momento de me ouvir”, afirmou o rapaz, ressaltando que ficou surpreso ao ver as notícias sobre o caso que é considerado “segredo de Justiça”. Clique aqui para ler a íntegra.

Filha de Gugu Liberato responde pergunta polêmica de advogado em audiência sobre herança do pai (Foto: Reprodução/ Instagram)

Entenda o caso

Gugu Liberato faleceu repentinamente em 2019, após sofrer uma queda em sua residência e não resistir. O veterano da televisão brasileira deixou 75% do seu patrimônio, avaliado em R$ 1 bilhão, para os filhos e os outros 25% para os sobrinhos. Como Rose não teve a relação reconhecida no documento, ela tenta provar união estável para ter direito a uma parte da herança.

Neste momento, a família do apresentador está dividida. Rose e as gêmeas, Sofia e Marina, são defendidas pelo advogado Nelson Wilians. Já Aparecida e João Liberato são representados por Dilermando Cigagna.

Siga a Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossos destaques



Veja mais em HugoGloss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *