O cineasta revelou que o clima de tensão era forte entre as duas estrelas do filme. “Alguns close-ups de Sharon tiveram que ser filmados com um substituto na frente dela. Havia muita animosidade no set. O desdém aberto de Sharon por Billy fez com que ele se sentisse extremamente inseguro“, declarou Noyce.

Uma fonte que estava no set durante as gravações do longa reforçou o cenário hostil que era visto nos bastidores. “Eles se odiavam. Eles estiveram em desacordo durante todo o filme. Suas cenas de sexo eram claramente nada sexys. Você pode culpar um roteiro e uma direção ruins tanto quanto você pode culpar Sharon e Billy“, disparou o informante. 

A polêmica veio à tona depois de uma entrevista de Sharon ao podcast de Louis Theroux divulgado na terça-feira (12). Segundo ela, o executivo Robert Evans desejava que a estrela tivesse intimidade com o parceiro de cena. “Ele me chamou ao escritório dele. Ele tinha sofás muito baixos dos anos 70 e 80, então estava sentada no chão, quando deveria estar no set. E ele está correndo pelo escritório de óculos escuros me explicando que dormiu com Ava Gardner e que eu deveria transar com William Baldwin, porque se eu fizesse isso, o desempenho do meu colega melhoraria”, contou ela.

Continua depois da Publicidade

Após a repercussão da entrevista, Baldwin se manifestou sobre o assunto. “Não sei por que Sharon Stone continua falando de mim tantos anos depois. Ela ainda tem uma queda por mim ou ainda está magoada depois de todos esses anos porque evitei suas investidas?”, iniciou o ator. Ele ainda revelou que tem muita “sujeira” para falar da atriz, mas decidiu “ficar quieto”. Clique aqui para saber detalhes.



Veja mais em HugoGloss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *