Uma cirurgiã dentista de Belo Horizonte compartilhou um relato nas redes sociais contando que foi infectada por um parasita que come as córneas. Nicole Géo revelou que a condição está relacionada ao mau uso de lentes de contato, e decidiu publicar sua história para alertar os usuários. 

A dentista contou que em 2021 foi ao médico após começar a sentir dores muito fortes, mas não havia nada visível. Após 15 dias, seu olho estava completamente vermelho e ela não conseguia mais enxergar. Recebi diversos tratamentos, incluindo remédios para dor e colírios, mas cada dia apresentava novos diagnósticos e problemas, agravando ainda mais a situação. Me deparei com a pior versão de mim mesma, sem perspectiva de cura”, disse ela no relato. 

Nicole contou que fez um primeiro transplante de córnea, que trouxe alívio aos sintomas, mas novas consequências surgiram. Ela passou por mais de 20 cirurgias no olho, realizou um segundo transplante e no momento está na fila para um terceiro.É uma dor fora do normal, eu vivia dopada. A dor irradia para a cabeça inteira. Eu ia até fazer cirurgia para ‘desligar’ o lado esquerdo do meu rosto para sempre, para eu parar de sentir dor, mas minha médica não deixou. Passei por inúmeras cirurgias e até hoje não enxergo do olho esquerdo“, desabafou.

Nicole Géo contraiu o parasita em 2021. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Ela continuou o relato: “Não sei ao certo como peguei, mas foi pelo uso indevido da lente de contato. Aquela falta de cuidado, de dormir com a lente, lavar de um modo errado. Estou pagando um preço caro. Vocês não fazem ideia da dor. Eu tomo morfina de três em três horas e não passa. Minha vida parou“.

A dentista ainda pediu para os seguidores alertarem quem usa lentes de contato. “Quem tem conhecido que usa lente de contato, alerte. Se eu puder ajudar uma pessoa a não viver o que eu vivi, já é maravilhoso. Eu parei minha vida por quase dois anos“, disse ela. 

Continua depois da Publicidade

Por uma besteira de dormir de lente ou tomar banho de lente, usar soro fisiológico, nadar de lente, não limpar de forma correta, pode dar um B.O. muito grande. Eu ainda não voltei a enxergar. Não enxergo nada do olho esquerdo, só o meu direito funciona. Por um uso indevido da lente, corri o risco de perder totalmente o olho, tirar o globo todo e usar prótese. Graças a Deus não precisou“, finalizou. Assista ao relato completo:

@dra.nicolegeo #acanthamoebakeratitis #acanthamoeba #fyp #fyp #foryou #information ♬ som original – dra.nicolegeo

O parasita envolvido na condição é o protozoário Acanthamoeba spp. Ele pode ser encontrado em ambientes que envolvem água, como água doce, piscinas e até na água da torneira. É um parasita que se alimenta de proteínas, e, ao aderir à lente de contato, ele pode se transferir para a córnea, camada de proteção do globo ocular, e se alimentar dela.

 



Siga a Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossos destaques



Veja mais em HugoGloss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *