Cerca de seis meses após a morte de Sinéad O’Connor, a Polícia de Londres confirmou a causa de seu falecimento. As informações foram divulgadas nesta terça-feira (9), pelo Daily Mail.

A morte repentina de O’Connor, em julho do ano passado, chocou e abalou o mundo da música. A artista irlandesa, tão conhecida por suas ações políticas controversas quanto por sua música, tinha 56 anos e foi encontrada sem sinais vitais dentro de um apartamento em Londres.

O’Connor foi “declarada morta no local” e, na época, autoridades britânicas revelaram que não estavam tratando o caso como “morte suspeita”. Isso porque a Polícia Metropolitana não identificou evidências que apontassem que o falecimento foi resultado de um crime.

Em nota à imprensa, divulgada hoje, um porta-voz do Tribunal de Justiça de Southwark afirmou: “Isto é para confirmar que a Sra. O’Connor morreu de causas naturais. O legista, portanto, cessou o envolvimento na morte dela”.

Sinéad alcançou a fama internacional em 1990. (Foto: Getty)

A voz de “Nothing Compares 2 U” faleceu dias depois de cancelar uma série de shows para “cuidar de sua própria saúde”. A decisão veio pouco depois que seu filho de 17 anos, Shane, cometeu suicídio. O jovem foi encontrado morto na cidade de Wicklow, na Irlanda.

Nos dias que antecederam seu falecimento, Sinead usou as redes sociais para desabafar sobre o caso, dizendo-se “perdida” desde que o filho se foi. “Tenho vivido como uma criatura noturna morta-viva desde então”, ela tuitou. “Ele era o amor da minha vida, a lâmpada da minha alma. Éramos uma alma em duas metades. Ele foi a única pessoa que me amou incondicionalmente. Estou perdida no barco sem ele”, acrescentou.

Continua depois da Publicidade

Sinead chegou a ameaçar processar o hospital onde o garoto, que lutava contra uma depressão severa, estava internado.

Sinead e o filho, Shane. (Foto: Arquivo Pessoal)
Continua depois da Publicidade

Uma semana depois do desabafo, a cantora também se foi. O’Connor, cujo funeral foi realizado em agosto passado na Irlanda, deixou outros três filhos: Jake, de 36 anos, a filha Roisin, de 27, e o filho Yeshua, de 17 anos.

Sinead O’Connor foi aclamada pela crítica em seu primeiro álbum, “The Lion And The Cobra”, de 1987. A irlandesa, porém, ganhou fama internacional apenas em 1990, com uma regravação de “Nothing Compares 2 U”, de Prince. Na época, a música se tornou número um do mundo pela Billboard. No início deste ano, ela recebeu o prêmio inaugural de “Álbum Irlandês Clássico” no RTÉ Choice Music Awards, com o projeto “I Do Not Want What I Haven’t Got”.

Siga a Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossos destaques

Veja mais em HugoGloss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *