O casal norte-americano Gary e Tam Holm comprou uma das “casas de 1 euro”, que se popularizaram nas redes sociais nos últimos anos. Seduzidos pela promessa do imóvel “a preço de banana”, a dupla foi até a Itália para ver se a compra realmente valia a pena. Entretanto, eles acabaram descobrindo que a história não era bem assim.

Em entrevista ao Business Insider, o casal revelou que descobriu sobre as casas em uma matéria na internet, em 2019. Interessados, eles entraram em contato através de um e-mail que estava no texto e foram respondidos pelo então prefeito de Sambuca, na Sicília, Leo Ciaccio.

Na época, Ciaccio explicou que passeios estavam disponíveis na cidade para mostrar os imóveis em questão, caso o casal estivesse de fato interessado no programa. Gary e Tam viajaram ao local, prontos para adquirir uma das casa a 1 euro.

Mas, chegando em Sambuca, eles descobriram que os leilões começavam no lance inicial de 1 euro [cerca de R$ 5,43], mas acabam subindo de acordo com o interesse. “Oferecemos 5 mil euros [cerca de R$ 27 mil] por uma casa e perdemos. Mas sabíamos que esta cidade [Sambuca di Sicilia] era especial. Eu imediatamente me apaixonei”, contou Gary.

Continua depois da Publicidade

Conectados com o local, o casal optou por deixar de lado o programa italiano e adquiriu duas propriedades de forma particular, sem ajuda da prefeitura. Para encontrar a “casa dos sonhos”, Gary e Tam visitaram cerca de 10 a 15 imóveis, até encontrar um do gosto deles – este, claro, com o valor significativamente maior do que 1 euro.

Desde o início de sua jornada, o casal compartilha a reforma das casas nas redes sociais. O primeiro imóvel custou 19 mil euros (R$ 103 mil), mas precisou de intervenções muito mais difíceis do que eles imaginaram a princípio. “A casa precisava de encanamento, alguns trabalhos elétricos e muito mais”, contou Gary.

Por fim, com a adição de uma segunda casa e o aumento da planta, eles gastaram outros 8 mil euros (cerca de R$ 43 mil). Com as reformas, no fim das contas, Hary e Tam gastaram aproximadamente 160 mil euros (cerca de R$ 870 mil).

Continua depois da Publicidade

“Não é muito dinheiro, mas não é um euro ou dois euros. Nossos custos totais foram cerca de 160 mil euros [R$ 870 mil]. Penso que o programa de 1 euro é brilhante porque deu a algumas pessoas a oportunidade de comprar casas por muito pouco dinheiro e trouxe-nos até aqui”, concluiu.

As obras ainda não foram finalizadas, especialmente devido aos atrasos causados pela pandemia. Porém, o casal continua compartilhando sua jornada nas redes sociais. Veja abaixo:



Siga a Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossos destaques



Veja mais em HugoGloss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *