BBB

A equipe jurídica de Davi entrou com um pedido no Ministério Público da Bahia (MP-BA) para denunciar outros participantes do “BBB 24” e perfis nas redes sociais por racismo. A informação foi divulgada nesta terça-feira (12), pelo escritório Shibasaki & Monteiro Advogados, que representa o baiano, ao Splash UOL.

A defesa do brother solicitou uma ação penal pública incondicionada em fevereiro. As falas ou quais confinados estão listados na ação apresentada à Justiça não foram divulgados. Segundo os advogados, foram coletados prints e links de postagens em que o motorista de aplicativo é chamado de “macaco”.

O MP-BA apresentará a denúncia de racismo se os relatos apresentados foram entendidos pela Justiça como provas de configuração do crime. O pedido já está em análise pela promotoria. O processo criminal por crime de racismo pode ser iniciado sem uma queixa formalizada por Davi fora da casa mais vigiada do Brasil.

A equipe jurídica de Davi não divulgou os brothers listados na denúncia. (Foto: Reprodução/ TV Globo)

“As pessoas têm ficado muito à vontade para manifestar ódio nas redes sociais, seja racial, de gênero, de orientação sexual, acreditando que estão na clandestinidade, que não serão descobertas. Mas nós temos instrumentos jurídicos e tecnológicos para descobrir a autoria deste tipo de mensagem”, afirmou a promotora Lívia Sant’Anna Vaz.

Continua depois da Publicidade

A promotora ainda declarou que as empresas donas das redes sociais em que as falas racistas foram praticadas serão oficiadas para enviar informações dos perfis que teriam realizado o suposto crime. O intuito é identificar os autores das supostas ofensas.



Siga a Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossos destaques

Tags: BBB BBB24 Davi racismo



Veja mais em HugoGloss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *