O ex-astro mirim Austin Majors, conhecido por suas sete temporadas como o filho do detetive Andy Sipowicz em “New York contra o crime”, morreu em fevereiro, aos 27 anos. Entretanto, a causa da morte do ator só foi revelada nesta terça-feira (8), seis meses após o ocorrido.

Segundo relatório do gabinete do médico legista do condado de Los Angeles, Majors faleceu após uma overdose acidental de fentanil, opioide sintético poderoso que se assemelha à morfina, mas oferece efeito de 50 a 100 vezes mais potente. A substância pode ser usada como anestésico, segundo o governo norte-americano, apesar de ser 50 vezes mais potente que a heroína.

O artista, que após a fama passou a viver como Austin Majors-Setmajer, seu nome de nascença, vivia em um abrigo para pessoas sem moradia também em LA quando foi encontrado sem vida.

Na semana que antecedeu a tragédia, Majors foi fotografado para um artigo do Los Angeles Daily News quando a prefeita de Los Angeles, Karen Bass, e Jeff Olivet, diretor executivo do Conselho Interagências de Desabrigados dos EUA, visitaram o centro de desabrigados Hilda Solis Care First Village, onde Majors morava. O ator aparece sorridente e saudável nas imagens.

Na época da morte de Majors, em um comunicado para a Variety, a irmã dele, a também ex-atriz mirim Kali Majors-Raglin, descreveu o jovem como “um ser humano amoroso, artístico, brilhante e gentil”.

“Austin teve grande alegria e orgulho de sua carreira de ator. Seu objetivo na vida era fazer as pessoas felizes. Ele cresceu em uma pequena cidade onde adorava acampar e pescar com sua família e a Tropa de Escoteiros. Ele amava seu cachorro, Sunny, e o cavalo em que cresceu montando, Balla. Ele se formou na Escola de Artes Cinematográficas da USC com a paixão de dirigir e produzir música. Austin era o tipo de filho, irmão, neto e sobrinho que nos deixava orgulhosos e vamos sentir muita falta dele para sempre”, disse Kali.

Continua depois da Publicidade

Majors nasceu em 1995 e começou a atuar muito cedo, participando de uma série de comerciais. Enquanto viveu sob os holofotes de Hollywood, ele integrou o elenco de produções como a sitcom animada “American Dad!”, as séries “According to Jim” e “Desperate Housewives”, bem como “How I Met Your Mother”.

Nas telonas, ele participou dos longas “An Accidental Christmas”, “ABC do Amor” e as animações “Lucas: Um Intruso no Formigueiro” e “Planeta do Tesouro”. Seu papel de maior destaque, no entanto, foi o pequeno Theo Sipowicz, de “New York contra o crime”, que ele interpretou de 1999 a 2004.

Majors em “New York contra o crime”. (Foto: Reprodução/20th Century Fox)

Siga a Hugo Gloss no Google News e acompanhe nossos destaques



Veja mais em HugoGloss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *